Portugal precisa desesperadamente de imigrantes

Esta é a conclusão do coordenador do Observatório de Emigração de Portugal, o sociólogo Rui Pena Pires. O país vem sofrendo com a falta de mão de obra qualificada e talentos, muito disso em função da baixa taxa de natalidade no país.

Para o sociólogo, Portugal só vai resolver esse problema através de um programa eficiente de contratação de talentos no exterior, como fazem Canadá e Austrália. Caso Portugal e a Europa não resolvam esse problema, “vão caminhar para suicídio”, afirmou Pires.

A ideia é criar políticas de imigração mais flexíveis e com menos obstáculos aos estrangeiros, associado a iniciativas de recrutamento de imigrantes fora do país.

Dentre as profissões com maior demanda, destacam-se eletricistas, soldadores, mecânicos, motoristas, engenheiros, desenvolvedores e analistas de TI, professores, pessoas para as áreas de apoio ao cliente, advogados, pesquisadores, gerente de projeto e vários do setor administrativo.

Fonte: Publico.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *